Skip to main content
Renda fixa e renda variável Entenda a diferença portal renda investimentos dinheiro renda fixa renda variavel criptmoedas fundos imobiliarios

Renda fixa e renda variável: Entenda as diferença

A decisão entre investir em renda fixa ou renda variável é um dos dilemas mais comuns entre investidores, tanto novatos quanto experientes.

Sobretudo, ao compreender a diferença fundamental entre essas duas formas de investimento, você pode tomar decisões mais informadas que alinham melhor com seus objetivos financeiros e tolerância ao risco.

Este artigo explora as características, exemplos e diferenças entre renda fixa e renda variável, além de discutir, principalmente, as vantagens e desvantagens de cada uma.

O que é e como funciona a renda fixa

Renda fixa é uma categoria de investimento onde os retornos podem ser previstos no momento da aplicação. Os investidores sabem de antemão a taxa de juros que receberão e, sobretudo, em muitos casos, a data de vencimento do investimento.

Isso proporciona uma sensação de segurança e previsibilidade. Sobretudo, os rendimentos podem ser prefixados, pós-fixados ou híbridos, dependendo do tipo de investimento escolhido.

Exemplos de investimentos em renda fixa

Títulos públicos

Os títulos públicos são emitidos pelo governo para financiar suas atividades, são considerados de baixo risco, pois têm o respaldo do governo.

Incluem títulos como o Tesouro Direto, que oferece diversas opções para os investidores, principalmente desde proteção contra a inflação até rendimentos atrelados à taxa Selic.

CDB

Os Certificados de Depósito Bancário (CDBs) são títulos que os bancos emitem e oferecem retornos fixos em troca de um empréstimo do seu dinheiro à instituição financeira. Sobretudo, o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) proporciona segurança, garantindo até um certo limite por CPF e por instituição.

Fundos

Existem fundos de investimento que aplicam sobretudo em ativos de renda fixa. Profissionais gerem esses fundos, oferecendo diversificação e gestão especializada, principalmente acessíveis até para investidores menos experientes.

Poupança

A poupança é talvez o tipo mais conhecido de investimento em renda fixa no Brasil, conhecida por sua simplicidade e segurança. No entanto, frequentemente oferece retornos inferiores quando comparada a outras opções de renda fixa.

O que é e como funciona a renda variável

Diferente da renda fixa, a renda variável não garante retorno previamente conhecido e, principalmente, seu capital investido pode variar, tanto para cima quanto para baixo.

Isso significa um potencial de retorno mais alto, mas com um risco correspondente, investimentos em renda variável são influenciados por uma variedade de fatores econômicos, políticos e sociais.

Exemplos de investimentos em renda variável

Ações e fundos de ações

Ações representam uma fração do capital de uma empresa. Investir em ações significa, sobretudo, tornar-se um dos proprietários dessa empresa, com ganhos potenciais provenientes da valorização das ações e dos dividendos distribuídos.

Fundos de ações agrupam recursos de vários investidores para investir em uma diversidade de ações, geridos por profissionais.

Fundos imobiliários (FIIs)

Os FIIs permitem investir em imóveis de maneira indireta, através da compra de cotas. Principalmente, os rendimentos vêm de aluguéis e da valorização das propriedades incluídas no fundo, e são distribuídos periodicamente aos cotistas.

Principais diferenças entre renda fixa e variável

Principais diferenças entre renda fixa e variável portal renda investimentos dinheiro renda fixa renda variavel criptmoedas fundos imobiliarios

A principal diferença entre renda fixa e renda variável reside na previsibilidade dos retornos e no nível de risco. Enquanto a renda fixa oferece mais segurança e previsibilidade, a renda variável oferece maiores possibilidades de ganhos, mas com maior risco.

Vantagens e desvantagens da renda fixa

Vantagens

  • Previsibilidade de retornos;
  • Menor risco comparado à renda variável;
  • Proteção pelo FGC para alguns investimentos.

Desvantagens

  • Retornos geralmente mais baixos;
  • Menor potencial de ganhos em períodos de baixa inflação e juros.

Vantagens e desvantagens da renda variável

Vantagens

  • Potencial de altos retornos;
  • Diversificação de investimentos;
  • Possibilidade de rendimentos passivos por dividendos.

Desvantagens

  • Maior risco;
  • Necessidade de maior conhecimento do mercado;
  • Volatilidade dos investimentos.

Como usar a renda fixa e a renda variável para fugir da poupança

Migrar da poupança para outros tipos de investimentos pode maximizar seus rendimentos. Uma estratégia eficaz é diversificar entre renda fixa e variável, ajustando a proporção de acordo com sua tolerância ao risco e objetivos financeiros.

Conclusão

Em resumo, entender as diferenças entre renda fixa e renda variável é crucial para qualquer investidor que deseja otimizar sua carteira de investimentos.

Por fim, ao equilibrar esses dois tipos de investimento, você pode alcançar um bom equilíbrio entre segurança e potencial de crescimento, alinhado com suas metas financeiras e perfil de risco.